fbpx


Negligência virtual: Você sabe o que é?

O blog do Clube da Robótica já publicou textos sobre o tempo em que as crianças passam conectadas e o uso excessivo dos pequenos na internet. Hoje vamos falar sobre a negligência virtual, ou abandono virtual. Você já ouviu falar? Esse termo vem sendo usado justamente pelo aumento do uso da internet pelos pequenos e a falta de controle dos pais quanto ao uso da ferramenta.
A advogada Patrícia Peck Pinheiro vem tratando sobre o tema em seus artigos. Segundo ela “a internet é a rua da sociedade atual”, por isso os pais deveriam ser obrigados a vigiar os filhos neste ambiente. Infelizmente não é essa a realidade nos lares das famílias atuais. Pesquisa da Cyber Handbook publicada em 2018 demonstrou que 80% dos pais não sabem o que seus filhos veem na internet.
Na prática isso quer dizer que somente 20% dos pais estão isentos da chamada negligência virtual. Os demais deixam seus filhos expostos a todos os tipos de riscos que a internet possui. E olha que são muitos…

Descuido da segurança dos filhos no ambiente cibernética


O descuido da segurança dos filhos no ambiente cibernético expõe as crianças a diversos riscos. Cyberbulling, fakes, assédios, golpes e também o chamado sexting. Este último é o nome que vem sendo usado para o uso da webcam na produção de imagens sensuais na internet.
O cyberbullyng, ainda muito frequente entre crianças e adolescentes, pode trazer efeitos devastadores. Ansiedade, depressão e até mesmo suicídio entre os jovens já foram constatados devido à prática de ofensas e perseguições no meio virtual.
A SaferNet Brasil realizou pesquisa do número de casos de Cyberbulling denunciados no ano de 2018. Foram 133.732 queixas, ou seja, ao menos 366 ocorrências diárias. Este número representou um aumento de 110% em relação a 2017, quando houve 63.698 denúncias. Entre os casos, pornografia infantil, além de diversos tipos de violência moral e preconceito. Aqui citamos somente os casos em que denúncias foram feitas.
Vale ressaltar que quanto maior é a negligência virtual dos pais, as crianças ficam mais expostas a todos estes riscos do mundo virtual.

A responsabilidade parental


É bom destacar que a responsabilidade dos atos praticados por crianças e jovens no mundo virtual cabe aos pais. O pagamento de multas por parte dos responsáveis dos menores de 18 anos pode ser uma das punições cabíveis em casos de cyberbulling, por exemplo. Mas ainda há punições mais severas de acordo com a lei que tipifica criminalmente os delitos informáticos (Lei 12.737/2012).
Portanto, a negligência virtual pode se tornar bem incômoda para os pais. Há casos em que os infratores, ou responsáveis, chegam a cumprir de 1 a 5 anos de prisão.

Neste texto podemos verificar que a negligência virtual, apesar de ser assunto sério, ainda é recorrente entre os pais. Aqui fizemos apenas um alerta pensando nas consequências desta prática. Além de deixar jovens expostos aos riscos, agressor ou vítimas, os pais também sofrem as consequências. Fique ligado que na próxima semana o Clube da Robótica vai trazer conteúdo sobre o que fazer para evitar a negligência virtual entre os pais.